duvidas frequentes

1) Qualquer pessoa pode dirigir um veículo da TRANSPASS ?

A princípio e salvo algumas exceções, somente está autorizado a dirigir um veículo da TRANSPASS , o locatário, devidamente habilitado que apresente as  condições exigidas, como idade mínima de permissão de dirigir e idade mínima para alugar um veículo.

2) Preciso alugar um carro, mas o veículo será dirigido por outro condutor. Posso alugar um veículo e indicar um condutor ?

Sim, caso você deseje que outra pessoa conduza o veículo, este deverá ser devidamente autorizado como condutor (s) adicional (is), condição esta que deverá ser expressa no contrato de Locação.

Todo condutor (s) adicional (is) deverá apresentar as mesmas condições que são exigidas, como idade mínima de permissão de dirigir e idade mínima para alugar um veículo.

O locatário ou titular da locação será o responsável pela indicação do (s) condutor (es) e sobre qualquer ocorrência com o uso do veículo quando o mesmo estiver em posse do (s) condutor (es) adicional (is) indicado (s).

3)  É cobrado algum valor adicional para o (s) condutor (es) adicional (is)  ?

     Sim, será cobrado uma taxa de R$ 5,00 (cinco reais), ao dia por cada condutor adicional.

4) Quantos condutor adicionais posso indicar ?

É possível na locação de veículo na TRANSPASS RENT A CAR, a indicação de até no máximo, 2 (dois) condutores adicionais.

5) Como faço para informar sobre  o (s) condutor (es)  adicional (is) ?

Da mesma forma que o locatário ou titular da locação, o (s) condutor (s) adicional (is) deve ser identificado e qualificado junto a TRANSPASS, no momento do preenchimento da ficha cadastral ou na retirada do veículo, com o preenchimento do formulário específico.

Deve-se declarar e pagar a taxa para condutor (es) adicional (is) no momento do aluguel do veículo, se aplicável.

1)  É possível alugar um veículo se a habilitação estiver vencida ?

Não, Carteira de habilitação vencida não é possível alugar um veículo na Transpass.

2) Quando eu renovar minha habilitação, preciso informar a TRANSPASS ?

Sim, o locatário e o condutor (s) adicional (is) são os responsáveis em informar e enviar á TRANSPASS, as novas habilitações quando a mesma for renovada.

3) O que pode acontecer se minha habilitação vencer, mesmo se estiver dentro do prazo de 30 dias ?

Se a carteira de habilitação estiver vencida ou mesmo se estiver dentro do período dos 30 dias após o vencimento, o locatário deverá indicar um novo condutor imediatamente, e efetuar a renovação de sua habilitação.

Não nos responsabilizamos por eventuais transtornos que possa vir a ocorrer em razão do vencimento da CNH.

4) Condutores estrangeiros podem conduzir o veículo da TRANSPASS   ?

Sim, os clientes estrangeiros deverão apresentar a carteira internacional de habilitação, além do passaporte e deverá apresentar as mesmas condições que são exigidas nos requisitos básicos.

Poderá ser exigido outros documentos e solicitação de informações extras, caso necessário.

 

1) Como é feito a vistoria (checklist) do veículo ?

A informação quanto ao estado do veículo deve constar no checklist de saída que será assinado por um funcionário da TRANSPASS e também pelo Locatário/condutor ou funcionário da empresa cadastrada.  Caso não conste qualquer informação que ache necessário, favor comunicar nossos colaboradores para que seja incluído.

 

2) De quem é a responsabilidade em caso de sinistro com o veículo da TRANSPASS ?

Qualquer dano com o veículo que não tenha sido anotado na vistoria (checklist) de saída, no início da locação, será de responsabilidade do locatário, e será cobrado conforme as coberturas em seu contrato de locação.

1) É possível alugar um veículo para meus funcionários e a empresa pagar através de fatura ?

Sim, isto pode ser feito para empresas cadastradas.

Para se cadastrar basta apresentar os requisitos básicos de pessoa jurídica.

1) Eu quero reservar um determinado modelo de veículo.  Isso é possível ?

A princípio não, vai depender da disponibilidade no dia da reserva, pois as locações são feitas por categoria, por exemplo, básico, médio, executivo.

Não podemos confirmar o modelo específico, mas sim a categoria.

     Na falta do veículo contratado, a TRANSPASS  atenderá com outro veículo superior, e sem custo adicional.

1) Necessito de um veículo para um período prolongado. Isso é possível ?

Sim.

A TRANSPASS  oferece a possibilidade de fazer locações de longo prazo.

Saiba que quanto maior o período da locação, menor será o custo da tarifa.

1) Como posso perder as coberturas contratadas ?

As coberturas perderão sua validade quando o veículo não estiver sendo conduzido pelo locatário ou pelo (s) condutor (s) expressamente autorizado(s),

Cometendo Infrações as Condições Gerais do Contrato de Locação, fazem com que o Locatário perca o direito das Coberturas contratadas,

Em todas as opções, o locatário e/ou condutor(s) adicional (is), deverão respeitar e cumprir na íntegra, a legislação de trânsito em vigor.

1) A CO-participação é paga por quem ?

Em caso de colisão (avarias) ao veículo locado, o Locatário é responsável pelo pagamento à TRANSPASS da taxa de 10% sobre o valor do veículo “0km” informado pela fábrica, esse valor é chamado de co-participação, e será determinado em contrato, sendo feito uma pré-autorização do valor no cartão de crédito.

Em caso de roubo, furto, incêndio, perda total, o Locatário é responsável pelo pagamento à TRANSPASS da taxa de 20% sobre o valor do veículo “0km” informado pela fábrica, esse valor é chamado de co-participação, e será determinado em contrato, sendo feito uma pré-autorização do valor no cartão de crédito.

A co-participação e coberturas oferecidas não cobrem: Pneus, rodas, vidros, espelhos, acessórios, bancos, rádios, toca-fitas, CD, combustível, e essas devem ser pagas a partes.

1) Eu possível alugar um veículo com proteção total ?

Não.

Proteção Total: Indisponível.

Trabalhamos somente com co-participação em caso de sinistro.

1) Como posso fazer uma reserva de veículo?

        Reservas de veículos são feitas, mediante cadastro aprovado e o pagamento da locação.

1) O veículo deve ser devolvido limpo ?

Sim.

O veículo será entregue limpo, por dentro e por fora, e deverá ser devolvido nas mesmas condições, caso contrário ocorrerá a cobrança de lavagem interna e externa  no momento da devolução do veículo.

1)Como procede a manutenção seja ela preventiva ou corretiva ?

Toda manutenção preventiva ou corretiva será executada em nossa central de manutenção em Campinas/SP ou em oficinas credenciadas expressamente autorizadas pela TRANSPASS.

Não faremos reembolsos de despesas que não forem expressamente autorizadas pela TRANSPASS.

    2)É necessário fazer agendamento da manutenção?

         Sim.

O locatário se responsabiliza em levar, ou disponibilizar os veículos alugados, à central de manutenção da TRANSPASS, ou em oficinas credenciadas autorizadas pela TRANSPASS para execução dos serviços de manutenção preventiva e/ou corretiva, reparos de avarias.

Nos casos de serviço preventivo e/ou corretivo, é necessário providenciar o agendamento com a TRANSPASS, para isso basta entrar em contato através dos meios de comunicação, sendo que os serviços serão realizados preferencialmente em Campinas/SP em nossa Central de Manutenção, obedecendo nossa escala de programação e horários disponíveis.

3)Quem pagará essas despesas de manutenção ?

         Despesas provenientes de desgaste natural de acordo com o manual do fabricante serão de responsabilidade da TRANSPASS.

         Despesas provenientes a atos seja ele involuntário, sem intenção, imperícia, ou até mesmo por imprudência, negligência, serão cobradas a parte do locatário.

1)Como fazer a retirada e devolução do veículos alugado ?

Retirar e devolver, o veículo, na sede da TRANSPASS em Campinas/SP, dentro do horário comercial de seu funcionamento.

Devolver os veículos substitutos, no local, na data e no horário pré-determinados pela TRANSPASS.

1) COMO FUNCIONA UMA DÁRIA ?

A diária corresponde a 24 horas, sendo tolerado um atraso de até 30 (trinta) minutos para devolução do mesmo.

A partir da 1o. hora incidirá em hora-extra, a partir da 3o. hora será cobrado a diária do valor contratado,

Não estão incluídas nas diárias e serão cobradas a parte, multas de trânsito, combustível, e  condutores adicionais.

Descontos e promoções não são cumulativos.

Os valores das locações e correspondem a quilometragem livre, pois não trabalhamos com quilometragem controlada,

1) Quem é o responsável no caso de ocorrer multa de trânsito com o veículo locado ?

Eventuais multas de trânsito durante o período de locação são de responsabilidade exclusiva do LOCATÁRIO, sendo devidas mediante cobrança, para pagamento na apresentação dos comprovantes, acrescido das despesas para esse procedimento (taxa administrativa, bancária, correspondências, reconhecimento de firma, autenticações, cópias, ou outros), não cabendo qualquer contestação sobre sua procedência ou improcedência, justiça ou injustiça delas ainda que apresentadas após o término do contrato de locação, seja em tempo for, desde que se refira período de locação.

É de responsabilidade do LOCATÁRIO que na ocorrência de multas de trânsitos durante o período do contrato, em todos os casos, o mesmo deverá ser identificado junto aos órgãos competentes, inclusive de indicar, outros condutores do veículo, dentro do prazo estabelecido pelos órgãos competentes. 

Caso contrário, o locatário estará sujeito a pagar a despesa do agravo causada pela não identificação dos condutores dentro do prazo solicitado, ou se o mesmo for feito de forma errada, incompleta ou com rasuras.

 

  • PROCEDIMENTOS ABAIXO PARA INDICAÇÃO DA MULTA, E PODERÁ OCORRER DIFERENÇAS DEPENDENDO DO ÓRGÃO DE TRÂNSITO.

 

Item 1 – CONDUTOR DEVERÁ ASSINAR A NOTIFICAÇÃO: “Assinatura do condutor/ infrator”, sendo que o condutor deverá assinar conforme a sua assinatura da carteira de habilitação,

Item 2 – PREENCHER DE FORMA LEGÍVEL E SEM RASURAS, TODOS OS CAMPOS COM NOME COMPLETO, ENDEREÇO COMPLETO, DATA, E COM O NÚMERO DOS DOCUMENTOS,

Item 3 – ANEXAR CÓPIA LEGÍVEL DA CARTEIRA DE HABILITAÇÃO, RG e CPF, LEMBRANDO QUE A CARTEIRA DE HABILITAÇÃO NÃO PODE ESTAR VENCIDA, E OUTROS DOCUMENTOS QUE FOREM SOLICITADOS NA NOTIFICAÇÃO,

Item 4 – Após o preenchimento da notificação pelo condutor, juntamente com documentos, deverá ser ENTREGUE pessoalmente ou enviar via correio (SEDEX e/ou AR) ao órgão de trânsito responsável conforme o endereço que constar na notificação, mas é importante tirar xérox da notificação preenchida, da CNH, e do Comprovante do correio e enviar uma cópia para Transpass para termos um documento que foi feito o procedimento de indicação, pois devemos cumprir o prazo da data limite da indicação.

Item 5 – Quem não enviar a notificação ao Detran e optar em enviar à TRANSPASS, lembramos que teremos que receber antes do prazo limite da indicação, pelo menos 02 (dois) dias antes, para que também tenhamos tempo hábil de enviar dentro do prazo, porém, estejam cientes que, esta opção levará mais tempo e corresse o risco de enviarmos com atraso ao Órgão responsável e assim poderá ocorrer futuras cobranças de agravo, mas não nos responsabilizaremos por essa despesa caso venha a ocorrer, sendo assim a TRANSPASS está isenta de qualquer ônus e penalidade caso receba, da Empresa Locatária e/ou usuário, a notificação vencida.

Item 6 – Em relação a multas de trânsito, a Empresa Locatária e/ou usuário está ciente da sua total e exclusiva responsabilidade e a TRANSPASS se responsabilizará somente em fazer a entrega a Empresa Locatária e/ou usuário da notificação original da infração assim que for recebido pela Transpass, para que a Empresa Locatária e/ou usuário faça a identificação do condutor, daremos suporte em relação a informações, levaremos as notificações preenchidas ou remeter via correio aos órgãos de trânsito a pedido da Empresa Locatária e/ou usuário caso a mesma não o faça, forneceremos cópia de documentos da Transpass para efetivar a indicação do condutor junto aos órgãos de trânsito, como Contrato social da empresa proprietária do veículo e o documento como RG do sócio, independente de estar no prazo ou não para a identificação do condutor, e emitiremos cobrança à Empresa Locatária e/ou usuário para o devido reembolso à TRANSPASS, tanto de multa de trânsito, agravos e/ou outros, em razão da referida multa, desde que se refira ao período do contrato de locação e ao checklist.

Item 7 – Muito importante: Diversos Órgãos de Trânsito exigem documentos adicionais, como: procuração, reconhecimento de firma, autenticação de CNH, Contrato social da empresa proprietária do veículo e o documento como RG do sócio, então é importante se informar dos detalhes, pois é de responsabilidade da Empresa Locatária e/ou usuário verificar o que é exigido em cada notificação.

Item 8 – É de responsabilidade da Empresa Locatária e/ou usuário em indicar o condutor do veículo através do formulário de  notificação de infração dentro do prazo e/ou mesmo após o vencimento do prazo,  tanto para controle da Empresa e também da Transpass, para assim termos conhecimento do responsável da infração.

Item 9 – Após a Transpasss ter recebido a notificação, temos a atenção em enviar o mais rápido possível ao responsável/Locatário, mas há vários casos em que recebemos com prazo a vencer e até mesmo vencido e infelizmente dependemos de terceiros que são DETRAN e CORREIO, mas de qualquer forma, estando no prazo ou não, é obrigatório o condutor do veículo identificar a notificação.

Item 10 – Na entrega aos Órgãos de Trânsito, a Transpass dará preferência da entrega pessoalmente para termos o PROTOCOLO em mãos, mas quando não é possível, optaremos via Correio.

Item 11 – Para indicação é obrigatório: assinatura de ambas as partes originais, a caneta. Não é permitido assinar, depois tirar cópia e enviar a cópia da notificação assinada aos órgãos de trânsito. 

O formulário da notificação pode ser cópia mas o preenchimento e assinaturas de ambos devem ser originais.

Item 12 – Outro fator importante é sobre o “AGRAVO”, que poderá ocorrer de várias formas, como: notificação fora do prazo, preenchimento de forma incorreta, ilegível, assinatura do condutor estiver diferente do seu documento (CNH/RG), falta de algum documento para comprovação de assinaturas, quando assinatura de ambos não estiver a caneta, ou cópia da CNH ilegível, sem reconhecimento de firma, sem autenticação (quando assim for exigido pelo órgão), então é muito importante se atentar a isso, e quando o agravo é cobrado ele virá com os dizeres “multa por não identificar o condutor imposta a pessoa jurídica”.

Item 13 – É obrigatório que a Empresa Locatária e/ou usuário, Consumidor Pessoa Fisica, Locatário, faça a identificação do condutor na notificação.

No caso de ocorrer a recusa de identificação, a Transpass fará o levantamento dos documentos em arquivo e faremos a identificação junto aos órgãos competentes, e qualquer despesa proveniente da infração é de total e exclusiva responsabilidade do Locatário.

No caso de Empresa/Pessoa Jurídica, os funcionários responsáveis pelo recebimento das notificações devem informar aos usuários/condutores sobre a obrigatoriedade da identificação, e estes deverão enviar os documentos pessoais exigidos, e qualquer despesa proveniente da infração é de total e exclusiva responsabilidade do Locatário.

 

A TRANSPASS RENT A CAR agradece a compreensão de todos e estamos a disposição para qualquer esclarecimento !

1) O que fazer na ocorrência de sinistro ?

Na ocorrência de Sinistro é obrigatório apresentar o Boletim de Ocorrência (BO), no prazo de até 72 horas, e cópia legível do RG, CPF, CNH do  condutor  do veículo.

Comunicar imediatamente a TRANSPASS qualquer ocorrência com o veículo locado.

 

As informações poderão ocorrer alterações sem prévio aviso, desta forma, pedimos que se informem na loja TRANSPASS sobre possíveis mudanças de documentos exigidos e novas informações.

 

Comunicar imediatamente à TRANSPASS qualquer ocorrência com veículo / Abrangência  Assistência: Todo território Nacional.

 

Na ocorrência de Sinistro é obrigatório apresentar à Transpass Rent a Car Ltda  TODOS OS DOCUMENTOS e INFORMAÇÕES ABAIXO, CONFORME ÍTENS   “ A ”  até  “ H ” através do respectivo    e-mail:    atendimento@transpassrentacar.com.br

 

  1. A) Boletim de Ocorrência (BO),
  2. B) Cópia legível do RG, CPF, CNH do condutor do veículo,
  3. C) Cópia do Documento do Veículo da TRANSPASS,
  4. D) Fotos do veículo da TRANSPASS conforme a letra “ H ” , para verificar as avarias,
  5. E) Declaração do fato de próprio punho, detalhando o ocorrido, com o local, data, hora, avarias sofridas, placa dos veículos envolvidos, descrição do fato, e ao final deverá datar, colocar nome legível e assinar,
  6. F) Abertura do Aviso de Sinistro (quando a locadora disponibilizar seguro particular contra terceiros): (SOMENTE O AUTOR DO SINISTRO PARA FAZER ESSE PROCEDIMENTO, dúvidas SE INFORMAR NA TRANSPASS).
  • Comunicar o fato ocorrido para Central de Atendimento, para abertura de sinistro de danos materiais a terceiros, e danos corporais a terceiros no caso de ter vítimas a terceiros. (quando a locadora disponibilizar seguro particular contra terceiros): (SOMENTE O AUTOR DO SINISTRO PARA FAZER ESSE PROCEDIMENTO, dúvidas SE INFORMAR NA TRANSPASS).
  • Relate o ocorrido, procure fornecer os detalhes,
  • Ao terminar você receberá um número de identificação de sinistro,
  • Informar à Transpass o número de identificação de sinistro,
  • O número do sinistro é  importante p/ liberação do conserto do veículo do terceiro. 
  • O número do sinistro, deverá ser repassado ao terceiro para ele dar continuidade aos procedimentos de conserto do veículo dele.
  • O + cópia do RG, CPF e CNH +  cópia do documento do carro + fotos +  número do sinistro, deverão ser encaminhadas à TRANSPASS para que a mesma possa transmitir à seguradora.
  1. G) Vistoria Constatação Danos, quando necessário (Contatar Transpass para efetuar agendamento)
  • Necessário informações do endereço onde o veículo está para agendar a vistoria no local,
  • Necessário dados do veículo e dos dados cadastrais da Transpass.
  1. H) IMPORTANTE: Registrar os danos através de fotos digitais obedecendo os seguintes ângulos: **

    1) Foto que mostre frente com placa completa e lateral esquerda e direita

    2) Foto que mostre traseira com placa completa e lateral esquerda e direita

    3) Foto do odômetro localizado no painel.

    4) Foto do numero chassi  (legível)

    5) Fotos que mostre em detalhes as partes avariadas no acidente, sendo no mínimo 4 fotos.

 

  1. A seguradora NÃO aceitará fotos que estejam fora dos padrões, sem foco, sem nitidez e isso pode acarretar a demora e até mesmo a NÃO liberação do conserto do terceiro, inclusive falta de algum documento, ou se o mesmo estiver ilegível.

A TRANSPASS não se responsabilizará pelo conserto do veículo do terceiro devido esses motivos.

 

 

P.S.: Lembrando que a Cia só libera o conserto do terceiro com as fotos de constatação de danos do veículo segurado ainda avariado, dentro dos padrões, vistoria, conforme procedimento!

 

 

*** MODELO DA CARTA EM CASO DE SINISTRO***

PROPRIO PUNHO PELO CONDUTOR DO SINISTRO

 

 

EU, ___________________, RG, ______, CPF. _______, PROFISSÃO __________, FUNCIONÁRIO DA EMPRESA ______________, VENHO POR MEIO DESTA DECLARAR QUE ESTAVA CONDUZINDO O VEÍCULO DE PROPRIEDADE DA EMPRESA/LOCADORA TRANSPAF TRANSPORTES E SERVIÇOS LTDA, MODELO: ________, PLACA, ________,  NO DIA _______, POR VOLTAS DAS __________ HORAS, NA CIDADE DE ________________, RODOVIA, RUA, AV, ESTRADA __________________, QUANDO (RELATAR O FATO), E ATINGIU O VEÍCULO, AVARIANDO AS PARTES (RELATAR ONDE DANIFICOU), COM ISSO CAUSANDO DANOS MATERIAIS.

 

RELATAR, SE CASO TER OCORRIDO COLISÃO EM OUTRO VEÍCULO, COM PLACA, MODELO,  NOME DO TERCEIRO,  TELEFONE,

OU,

 

CASO NÃO TIVER TERCEIROS, CITAR O LOCAL ONDE FOI COLIDIDO, COMO MURO, POSTE, PORTÃO, PORTA, GUARD RAIL, SARJETA, ÁRVORE, ETC…

SE FOR O CASO, INFORMAR QUE NÃO HOUVE COLISÃO EM OUTRO VEÍCULO E NEM VÍTIMAS.

OU

 

ENTÃO, CASO TIVER, CITAR QUE HOUVE COLISÃO EM  TERCEIROS E COM VÍTIMAS.

 

DATA

 

CIDADE

 

NOME LEGÍVEL

 

ASSINATURA